18 3903 7202
Café, design e arte em 40 m²
Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Transformar um antigo armazém de apenas 40 m² instalado em uma passagem entre dois prédios no Soho, em Nova York, em uma cafeteria que não se assemelhasse em nada aos tradicionais cafés da cidade foi uma tarefa que coube à arquiteta Ghislaine Viñas, em parceria com o designer de mobiliário François Chambard, da UM Project. “Os proprietários imaginavam um espaço diferente das cafeterias tradicionais. Eles queriam um ambiente arrojado, mas que ao mesmo tempo fosse acolhedor e tranquilo. Um lugar para as pessoas não só apreciarem o café, mas para curtir a experiência e a atmosfera do local”, diz Ghislaine.

Fãs de arte e design, os donos pediram também que o local tivesse espaço para exibir quadros, livros, publicações e objetos. Com isso, os profissionais tinham de fazer a área render. Eles definiram então três ambientes: na entrada, uma pequena seção das paredes e do forro é coberta por papéis de parede criados por um dos proprietários, Jason Woodside, que também é artista. Essa espécie de “moldura” colorida envolve o pequeno balcão de apoio idealizado para quem quiser beber de pé, junto à fachada de vidro.

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Em seguida, vem o compacto espaço para os clientes se sentarem: um grande banco preto encostado numa das paredes serve como um assento coletivo, acompanhado de três mesinhas Screwtable, de Tom Dixon, e banquetas. Ali fica também a pequena estante de metal feita com painéis metálicos perfurados, onde se expõem os livros sobre arte, design e fotografia que estão à venda. “Nossa intenção é que os clientes saiam do café cheios de novas ideias e energia”, dizem os proprietários.

Já nos fundos fica o balcão com a máquina para preparar os espressos, que são parte importante do diferencial da casa, uma vez que os cafés oferecidos lá são da marca que seleciona grãos especiais de todo o mundo, a Counter Culture Coffee. O clima moderno requisitado pelos donos foi conseguido com  uso de elementos industriais, como as placas metálicas que compõem os móveis, fios elétricos e lâmpadas à vista, piso de cimento queimado e paredes de tijolos também à vista. “O balcão que combina madeira e metal parece ser parte da máquina de café. Atrás dele, prateleiras com recortes geométricos são soluções criativas e acertadas dos designers de móveis da UM Project”, completa a arquiteta Ghislaine.

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Happy Bones, New York City // Design by Ghislaine Viñas Interior Design and UM Project // 2014 (Foto: Francis Dzikowski / divulgação)

 

Mais lidos
Avenida Brasil, 2270 - Jardim Bela Dária | Pres. Prudente-SP